Programa Apresentações Palestrantes convidados Workshops Sessões de satélite Bolsas de estudo Informações da exposição do Fórum 2017 Prêmios Perguntas frequentes

As mídias sociais
     

Palestrantes convidados

Haydee Padilla
Com 37 anos de experiência na gestão de alianças estratégicas, atualmente Coordinadora da Unidade Tecnica de Familia, Genero e Curso de Vida da Organização Pan-Americana de Saúde e Organização Mundial de Saúde (OPAS / OMS) escritório no Brasil. Nacionalidade Salvadorenha, tenho um PhD em Desenvolvimento das Ciências e Politicas Publicas, Mestrado em Saúde Pública, ensino médio em Enfermagem é Emfermagem Obstetris. Diplomas em: ​​Promoção Saúde, Género e Estatísticas Públicas, Epidemiologia de Campo, Alta Gerencia e Administração dos Serviços de Saúde entre outros. Participaçao na Reforma e Financiamento Sustentável do Sector da Saúde para a América Latina eo Caribe; Introdução ao Desenvolvimento de Diretrizes Clínicas Baseadas em Evidências e Medicina Perinatal Baseada em Evidências (CLAP / SM / OPS / OMS), membro da equipe de Reforma do Sector da Saúde em El Salvador; Directora Nacional da atenção às Mulheres do Ministério da Saúde; parte de equipe de especialistas da America Latina na Universidade de Jonh Hopkins para revisão do Manual de Complicações da Gravidez, Parto e Pós-Parto, Miami, Florida, entre outros. Parte da equipe para a implementacao da Reforma do Setor da Saude como Chefe do regulamento no El Salvador. Professora de doutorados e mestrados em Políticas Públicas, Saúde Sexual e Reprodutiva e Género, em Universidades públicas e privadas da região.

Jacqueline Pitanguy
Socióloga, cientista política, fundadora e diretora da Cidadania, Estudo, Pesquisa, Informação e Ação (CEPIA), uma organização não governamental com sede no Rio de Janeiro. Na CEPIA, a sra. Pitanguy coordena pesquisas sobre questões de gênero e fomenta programas de promoção e educação relacionados à violência contra mulheres e à saúde reprodutiva. Professora na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro e na Rutgers University, na qual ocupou a cátedra Laurie New Jersey em Women’s Studies de 1991 a 1992. Ocupou um cargo de gabinete como Presidente do Conselho Nacional de Direitos da Mulher (1986-89), projetando e implementando políticas públicas para melhorar a condição das mulheres no Brasil. A sra. Pitanguy atua em vários órgãos internacionais, incluindo o Diálogo Interamericano, o Instituto de Educação da UNESCO, a Sociedade de Desenvolvimento Internacional, o Fundo Global para Mulheres e o Conselho Internacional dos Direitos Humanos liderado pelo ex-presidente Jimmy Carter, no Centro Carter. Ela tem feito muitas publicações e atua nos conselhos editoriais da Revista de Saúde e Direitos Humanos da Universidade de Harvard, na Revista do Conselho de Medicina do Estado de São Paulo e na Revista Internacional de Educação da UNICEF. O seu trabalho "Cidadania das mulheres e direitos humanos: O caso do Brasil "foi incluído em A Diplomacy of the Oppressed (1995).  A Sra. Pitanguy tem ministrado muitas palestras em fóruns nacionais e internacionais sobre questões de saúde reprodutiva e de gênero. Ela foi agraciada com Medalha da Ordem de Rio Branco, a mais alta condecoração do Ministério das Relações Exteriores do Brasil.

Emma Fulu, PhD
Fundadora e Diretora
The Equality Institute, Austrália

A Dra. Emma Fulu é a fundadora e diretora do The Equality Institute, que trabalha para avançar todas as formas de igualdade e prevenir a violência contra as mulheres através da pesquisa científica, inovação e comunicação criativa. Fulu possui um doutorado na Universidade de Melbourne e 15 anos de experiência liderando pesquisas em grande escala e projetos de prevenção primária sobre a violência contra as mulheres em toda a Ásia, África e Pacífico. Anteriormente, Emma estava na África do Sul trabalhando como líder técnica do programa global What Works to Prevent Violence against Women and Girls, financiado pelo DFID em £25 milhões de libras.Antes disso, ela liderou um estudo multinacional das Nações Unidas sobre os homens e a violência na Ásia e no Pacífico. Emma apresenta e publica extensivamente sobre a questão da violência contra as mulheres. Ela é autora do livro Domestic Violence in Asia: Globalization, Gender and Islam in the Maldives e de blogues para o Huffington Post do Reino Unido. Mãe de três crianças pequenas, Emma vive em Melbourne, Austrália e também escreve sobre maternidade e feminismo em seu blog pessoal chamado I Am Not Superwoman.

A Dra. Colleen Varcoe é professora da escola de enfermagem na Universidade da Colúmbia Britânica. A sua pesquisa é centrada na violência e na desigualdade, com ênfase na violência estrutural e interpessoal. Ela inclui estudos sobre os riscos e os efeitos da violência na saúde, incluindo as mulheres rurais e indígenas. A sua pesquisa atual compreende estudos para promover a igualdade (incluindo a segurança cultural, redução de danos, redução de trauma - e violência - em cuidados informados) em serviços de saúde primários e de emergência e nos estudos de intervenções de saúde para as mulheres que sofrem violência, mais recentemente para as mulheres indígenas.

Brisa De Angulo, J.D., M.A.

Brisa de Angulo é a CEO e fundadora da Fundação/Centro Breeze of Hope Una Brisa de Esperanza, que é o primeiro centro da Bolívia a fornecer serviços legais, sociais e psicológicos gratuitos para crianças sobreviventes de violência sexual. Brisa é pioneira em seu campo, tendo implementado com sucesso por 13 anos um modelo de serviço dirigido à criança que se converge no acesso à justiça, cura pessoal, cura relacional, participação política, independência econômica e educação. Brisa tem usado seus 17 anos de experiência trabalhando com educação infantil e 13 anos trabalhando com a prevenção da violência sexual para aprimorar o seu modelo e compartilhar as melhores práticas com defensores da causa em toda a sua região. Desde a abertura em 2004, o centro manteve uma taxa de condenação de 95% nas centenas de caso criminais que seguiu, tem educado mais de 85.000 pessoas (incluindo funcionários do governo) na prevenção da violência sexual e forneceu serviços gratuitos para mais de 1.600 crianças sobreviventes e seus familiares.

Brisa é também uma poderosa defensora perante a Comissão Interamericana de Direitos Humanos. Os seus esforços sustentados estão ajudando a remodelar o sistema de Justiça da Bolívia e melhorar o tratamento de crianças sobreviventes. Brisa também é coautora de 10 livros sobre violência sexual e desenvolvimento da infância e tem conduzido pesquisas de referência sobre a violência sexual na Bolívia.

Marcos Nascimento
Marcos Nascimento é graduado em Psicologia, com doutorado em Saúde Coletiva. Ele é pesquisador sênior na Fundação Oswaldo Cruz, um instituto de pesquisa em saúde pública do Ministério da Saúde brasileiro. Atualmente é coordenador do Programa de Pós-graduação em Saúde da Criança e da Mulher, do Instituto Nacional de Saúde da Mulher, Criança e Adolescente Fernandes Figueira (Fiocruz). Suas áreas de expertise incluem temas vinculados a gênero, sexualidade, masculinidades, juventude e violência baseada em gênero.

A Dra. Garcia-Moreno é uma médica mexicana com mestrado em medicina comunitária na Escola de Higiene e Medicina Tropical de Londres. Ela tem mais de 25 anos de experiência na área da saúde, pesquisa e política, tendo trabalhado na África, América Latina e Ásia. Cada vez mais o seu trabalho tem incidido sobre a saúde sexual e reprodutiva, a saúde das mulheres e o gênero na saúde.  Nos últimos 15 anos, ela tem liderado o trabalho na Organização Mundial de saúde (OMS) sobre o gênero e a saúde da mulher, violência contra as mulheres e HIV/AIDS em mulheres e meninas. Atualmente, ela lidera a equipe de Gênero, Direitos Reprodutivos, Saúde Sexual e Adolescência no departamento de Saúde Reprodutiva e Pesquisa da OMS. Garcia-Moreno é coordenadora do estudo da OMS sobre saúde feminina e violência doméstica contra as mulheres, uma grande iniciativa de pesquisa envolvendo atualmente mais de 15 países da Ásia, América Latina e África. Ela é membro do grupo fundador e coordenador da SVRI e do Comitê Diretor da Coalizão Global para Mulheres e AIDS.

 

 
Join us on Facebook Join us on Twitter